Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/30357
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorReis, Thaiara Ramires dos-
dc.date.accessioned2022-12-23T19:17:34Z-
dc.date.available2024-05-22-
dc.date.available2022-12-23T19:17:34Z-
dc.date.issued2022-11-21-
dc.identifier.citationREIS, Thaiara Ramires dos. Utilização de resíduos poliméricos para a remoção de surfactantes de águas residuais. 2022. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Londrina, 2022.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/30357-
dc.description.abstractA constant challenge in the treatment of industrial and domestic effluents is the removal of surfactants, a class of high complexity due to their high concentration and limited removal efficiency. The composition of the main commercial detergents is dominated by anionic surfactants, specifically, the sodium linear alkylbenzene sulfonate (LAS). The average concentration found in domestic effluents varies from 14.0 mg L1 to 27.0 mg L1and in industrial effluents around 50.0 mg L1. When released into the water body without adequate treatment, surfactants have a high polluting potential. Its presence reduces the surface tension of the water and, consequently, its evaporation rate, thus favoring eutrophication, causing excessive growth of aquatic vegetation, organisms such as algae and cyanobacteria and reduction of oxygen concentration, which causes the death of other beings. alive. Thus, the search for the efficient removal of surfactants, in addition to being fundamental for the ecosystem, becomes a constant challenge. This work aims to remove surfactants (LAS and dodecyl pyridinium chloride, DPC) by the adsorption method using polymeric residues, polyurethane (PU) and polyamide (PA), generated in large quantities as residues and with a low recycling rate. As it is a thermoplastic, PU is hardly recycled to be used in a plastic material of the same type, and PA, even with chemical recycling processes, in addition to being costly, generates new waste to the environment. The solution presented in this work is the direct use of polymeric residues to remove surfactants by means of adsorption, providing adequate disposal and generating aggregated value to the residue. Firstly, the adsorbents were characterized via Fourier Transform Infrared Spectroscopy with Attenuated Reflectance and zero charge potential (pHPCZ). The influence of experimental parameters pH (lower level 4.0 and upper level 10.0), temperature (lower level 20 and upper level 40 °C) and contact time (lower level 20 and higher level 120 min) on the adsorption capacity of the adsorbents was evaluated by facecentered central composition design. Four experimental conditions were optimized, which were used in the evaluation of isotherms and adsorption kinetics. The adsorption isotherms adjusted better to the Sips model, indicating the heterogeneity of the system, with maximum adsorption capacities between 9.5 and 91 mg g1. The obtained values were satisfactory when compared to the data in the literature. The adsorption kinetics using PU as adsorbent reached equilibrium in 60 minutes and followed pseudosecond order (LAS) and diffusion (CDP). The results obtained were satisfactory, indicating that the polymeric residues can be used as adsorbents for the removal of surfactants in wastewater. However, more studies should be carried out in order to optimize the parameters and evaluate ways of rapid removal. In any case, this work opens up new possibilities for the use, recovery and added value of polymeric waste.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Tecnológica Federal do Paranápt_BR
dc.rightsembargoedAccesspt_BR
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0/pt_BR
dc.subjectÁguas residuais - Purificaçãopt_BR
dc.subjectAgentes ativos de superfíciespt_BR
dc.subjectPoliuretanaspt_BR
dc.subjectPoliamidaspt_BR
dc.subjectSewage - Purificationpt_BR
dc.subjectSurface active agentspt_BR
dc.subjectPolyurethanespt_BR
dc.subjectPolyamidespt_BR
dc.titleUtilização de resíduos poliméricos para a remoção de surfactantes de águas residuaispt_BR
dc.title.alternativeUse of polymeric waste for the removal of surfactants from waste waterpt_BR
dc.typemasterThesispt_BR
dc.description.resumoUm desafio constante no tratamento de efluentes industriais e domésticos é a remoção de surfactantes, classe de alta complexidade devido a sua concentração elevada e eficiência de remoção limitada. A composição dos principais detergentes comerciais é dominada pelos surfactantes aniônicos, especificamente, o composto linear alquilbenzeno sulfonato de sódio (LAS). A concentração média encontrada em efluentes domésticos varia de 14,0 mg/L a 27,0 mg/L e em efluentes industriais aproximadamente 50,0 mg/L. Quando lançados ao corpo hídrico sem tratamento adequado, os surfactantes têm um alto potencial poluidor. Sua presença reduz a tensão superficial da água e, consequentemente, sua taxa de evaporação, assim favorece a eutrofização, causando crescimento excessivo da vegetação aquática, de organismos como algas e cianobactérias e redução da concentração de oxigênio, o que provoca a morte de outros seres vivos. Assim, a busca pela remoção eficiente de surfactantes, além de ser fundamental para o ecossistema, torna-se um desafio constante. Este trabalho tem por objetivo a remoção de surfactantes (LAS e cloreto de dodecil piridíneo, CDP) pelo método de adsorção utilizando-se resíduos poliméricos, poliuretano (PU) e poliamida (PA), gerados em grandes quantidades como resíduos e com baixa taxa de reciclagem. Por ser um plástico termorrígido, o PU dificilmente é reciclado para ser utilizado em um material plástico do mesmo tipo, e a PA, mesmo com processos de reciclagem química, além de custosos, geram novos resíduos ao meio ambiente. A solução apresentada neste trabalho é a utilização direta de resíduos poliméricos para a remoção de surfactantes por meio de adsorção, propiciando destinação adequada e gerando valor agregado ao resíduo. Inicialmente os adsorventes foram caracterizados via Espectroscopia de Infravermelho com Transformada de Fourier com Reflectância Atenuada e potencial de carga zero (pHPCZ). Avaliou-se por meio de um planejamento composto central de face centrada com design fatorial 23 a influência dos parâmetros experimentais pH (nível inferior 4,0 e superior 10,0), temperatura (nível inferior 20 e superior 40 °C) e tempo de contato (nível inferior 20 e superior 120 min) na capacidade de adsorção dos adsorventes. Quatro condições experimentais foram otimizadas, as quais foram usadas na avaliação das isotermas e cinéticas de adsorção. As isotermas de adsorção se ajustaram melhor ao modelo de Sips indicando a heterogeneidade do sistema, com capacidades máximas de adsorção entre 9,5 e 91 mg g1. Os valores foram satisfatórios quando comparados aos dados presentes na literatura. As cinéticas de adsorção utilizando o PU como adsorvente atingiram equilíbrio em 60 minutos e seguiram ajustes de pseudosegunda ordem (LAS) e difusão (CDP). Os resultados obtidos mostraram-se satisfatórios, indicando que os resíduos poliméricos podem ser utilizados como adsorventes para a remoção de surfactantes em águas residuais. Entretanto, mais estudos devem ser realizados a fim otimizar os parâmetros e avaliar formas de remoção rápida. De qualquer forma, este trabalho abre novas possibilidades para utilização, aproveitamento e agregação de valor de resíduos poliméricos.pt_BR
dc.degree.localLondrinapt_BR
dc.publisher.localLondrinapt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/9788910346531813pt_BR
dc.contributor.advisor1Tessaro, André Luiz-
dc.contributor.advisor1IDhttps://orcid.org/0000-0002-5089-9734pt_BR
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/7041730332413143pt_BR
dc.contributor.referee1Tessaro, André Luiz-
dc.contributor.referee1IDhttps://orcid.org/0000-0002-5089-9734pt_BR
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/7041730332413143pt_BR
dc.contributor.referee2Marin, Camila Fabiano de Freitas-
dc.contributor.referee2IDhttps://orcid.org/0000-0002-9320-8964pt_BR
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/7557883753104667pt_BR
dc.contributor.referee3Samulewski, Rafael Block-
dc.contributor.referee3IDhttps://orcid.org/0000-0003-0681-9271pt_BR
dc.contributor.referee3Latteshttp://lattes.cnpq.br/1426872141867092pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Engenharia Ambientalpt_BR
dc.publisher.initialsUTFPRpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA SANITARIApt_BR
dc.subject.capesEngenharia Sanitáriapt_BR
Aparece nas coleções:LD - Programa de Pós-Graduação em Engenharia Ambiental

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
residuospolimericosremocaosurfactantes.pdf
  Disponível a partir de 2024-05-22
1,7 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons